Como fazer o Microcrédito do Bolsa Família? Confira

Para que faz parte do programa social Bolsa Família, mas estão precisando de um dinheiro, o programa oferece uma linha de crédito, chamada de microcrédito do Bolsa Família. Este empréstimo também pode ser solicitado para aqueles que são microempreendedores e fazem parte do Programa Progredir. Com a finalidade de tornar as linhas de crédito ainda mais fáceis para as pessoas que possui uma renda baixa. 

Este microcrédito tem por objetivo ajudar a aumentar a renda a ter como manter as empresas de pequeno porte ou até mesmos para os que trabalham autônomos. No entanto, para que os clientes solicitem essa categoria de empréstimo, é necessário que os clientes estejam conforme as condições exigidas, como ter uma renda inferior a R$ 170 por cabeça, que os jovens e crianças estejam matriculados em escolas públicos, possuir o CadÚnico ativo e o comprovante de que recebe do benefício.

Para os que possuem uma microempresa, é necessário possui o cadastro no MEI (Microempreendedor Individual), ou até mesmo os trabalhadores autônomos. O cadastro do aplicativo pode ser feito por meio da página do Portal do Empreendedor, tudo de forma simples e prática. Se você tem o interesse em solicitar o microcrédito do Bolsa Família, vamos apresentar como você pode solicitar essa linha de crédito. Confira!

Veja também:
Como consultar saldo do Bolsa Família? Passo a Passo
Veja como vai funcionar o Auxílio Emergencial em Junho e Julho
Como pedir uma Amostra Grátis de Maquiagem antes de comprar

Como solicitar o Microcrédito do Bolsa Família?

Se você tem interesse e está conforme os requisitos exigidos para solicitar o microcrédito. Nesse caso, o renda inferior a R$ 170, comprovante do benefício, cadastro único ativo e, caso possua criança ou jovens em família, comprovar que estejam devidamente matriculados em escola pública. Após isso, é só fazer o pedido do empréstimo por meio da página Microcrédito Progredir. Em primeiro lugar, é necessário fazer o cadastro, é só selecionar a alternativa “Novo Cadastro” e, em seguida, informar o estado e CPF. 

Após esse processo, é só fazer a confirmação dos dados inseridos e concluir o seu cadastro. Vale destacar que, antes de enviar o empréstimo em sua conta, é feita uma análise do seu perfil e de crédito, é verificado todas as informações relacionadas ao seu nome e o seu histórico de crédito. Com base nessas informações, a instituição pode fazer a liberação do empréstimo. Lembrando que o valor do empréstimo varia entre R$ 3 mil a R$ 15 mil.

Taxas de juros do Microcrédito do Bolsa Família

Com relação às taxas de juros que são cobradas pelo empréstimo por meio do programa Microcrédito Progredir, podem ser de acordo com o perfil de cada solicitante. Em outras palavras, a instituição faz análise do perfil da pessoa que solicitou o empréstimo e, em seguida, determina as taxas de juros a serem pagas, assim como o valor que será emprestado e a quantidade de parcelas para quitar o empréstimo.

Como funciona o microcrédito para Bolsa Família?

A base de dados do programa Progredir faz o envio de suas informações às instituições bancárias, claro, se o solicitante autorizar o compartilhamento de seus dados do Ministério da Cidadania para as empresas de crédito. A partir disso, as instituições financeiras fazem uma análise e faz uma negociação, sendo que tem a possibilidade das instituições bancárias entrar em contato. 

Além disso, é fundamental fazer análises em relação às propostas, já que é possível as instituições fazerem aplicamento de taxas de juros diferentes ou prazos que sejam menores ou maiores. Caso tenha se interessado na proposta, o processo para conclusão de contratar o seu microcrédito será dependente do banco escolhido. 

O que é o Programa Progredir?

O Programa Progredir surgiu como um método de diminuição da desigualdade e proporcionar aos cidadãos maiores chances de ganhar espaço no mercado de trabalho, principalmente para os autônomos. Esses recursos são disponibilizados somente para os cidadãos e famílias de renda baixa que se encontram em uma situação vulnerável em relação a sua economia e que precisa de uma oportunidade no mercado de trabalho. 

Com essa programa disponibilizado pelo governo, a maioria dos cidadãos vulneráveis no Brasil conseguiram obter uma transformação completa em suas vidas e obtiveram um independência financeira. Afinal, o programa progredir oferece a sociedade oportunidades para receber qualificação em área de interesse. Além de disponibilizar diferentes métodos para o empreendimento e instruções cujo objetivo é auxiliar a conseguir uma vaga no mercado de trabalho.

Quem pode participar do Programa Progredir?

Os interessados em se inscrever no Programa Progredir, é necessário estarem inscrito no CadÚnico. O cadastro único é um elemento para recolher dados de cidadãos, com o principal objetivo de direcionar as famílias do Brasil que possuem uma renda baixa aos programas do governo. Conforme a página do Caixa Econômica Federal, para que os cidadãos brasileiros sejam apto a fazer parte do CadÚnico ou Cadastro único, é importante que cumpram algumas condições:

  • Receber no mínimo um meio salário mínima mensalmente por cada pessoa da família.
  • Ou renda familiar de até três salários mínimos mensalmente.

Para se inscrever no cadastro único é preciso entrar em contato com a instituição do sistema do governo e, assim, comprovar que você apto para participar do CadÚnico. 

Como se inscrever no Cadastro Único?

Periodicamente as famílias vulneráveis recebem visitas à domicílio de profissionais e assistentes sociais para pode fazer o cadastro e coletar alguns dados do cidadão. No entanto, os cidadãos possuem o direito de receber benefícios sociais, sendo fundamental comparecer ao CRAS (Centro de Referência em Assistência Social), uma organização que pode garantir acesso a alguns serviços por meio do Cadastro Único. 

Saldo do Bolsa Família

Aprenda a consultar o seu saldo do Bolsa Família

Microcrédito do Bolsa Família

Como funciona o Microcrédito do Bolsa Família